Páginas

terça-feira, 22 de julho de 2014

A VIAGEM ARRUINADA DE INGRIDI

   Ingredi era um senhora de 54 anos, ela pretendia viajar e ficou dois anos construindo um barco, quando ela terminou contratou um guincho para levar o barco para o rio, ela foi para o Amazonas e  levou uma semana para chegar. No meio do caminho houve uma tempestade o barco virou e ela foi arrastada pelas ondas até uma praia em uma Ilha , então começou a caminhar , pois estava com fome e sede  , então ela ouviu um canto de
pássaro e ficou procurando por esse canto tão lindo. O pássaro apareceu e ela ficou encantada com a beleza e o canto dele e foi seguindo o pássaro até chegar em uma cabana de ladrões muito perigosos .  Ela tentou fugir mas não conseguiu e  passou mas um dia lá, quando chegou a  noite e todos estavam dormindo ela conseguiu pegar a chave no bolso do ladrão e soltou todos os outros presos, todos conseguiram fugir , mas Ingredi ficou perdida  e saiu pela Ilha procurando ajuda . De repente  viu uma onça e subiu numa árvore ,a onça ficou ali um pouco e foi embora . Quando ela estava descendo da árvore, escorregou caiu e desmaiou.Quando voltou a si , tinha torcido o pé e teve que ficar de repouso . Um casal que morava na Ilha estava passando  socorreu e cuidou muito bem dela. Depois de uma semana ela voltou de avião e estava muito ansiosa para chegar em casa. Finalmente chegou e abraçou seu   marido e ficou feliz de estar em casa.

 AUTORES: MATHEUS E THAIS - 4º ANO - CICLO II

O MENINO AVENTUREIRO

     Era uma vez um menino que gostava muito de aventuras, ele sempre dizia quando eu ficar grande eu vou ser um aventureiro. E quando ficou adulto escalava montanhas e fugia de tigres. Certo dia me convidou para uma viagem em alto mar, tudo parecia perfeito até vir uma tempestade e nosso barco naufragar e irmos  parar numa Ilha deserta, depois de alguns dias ele parecia meio estranho! eu falei:
---O que foi
e ele sempre respondia:
---Nada.
E ficava cada vez mais e mais estranho. Um dia quando eu acordei ele tava com uma arma apontada para mim eu sai correndo e ele atrás de mim. Desesperado perguntei:
_O que foi o que foi
_Foi você! Eu sei que foi você!
_O que eu fiz
_Não preciso falar quero as jóias da minha mãe, as pérolas. Foi você  quem matou minha família por isto que eu estou aqui então é tua vez de morrer!
_Espera, você quer sair daqui?
_Sim
     _Então não me mate,para sair daqui eu só preciso de cocos para escrever sos. Ele foi se acalmando e passou o surto. Fomos procurar cocos para escrevermos SOS na areia. Depois de um dia fomos resgatados por um avião de busca e socorro. Eu depois desse susto, nunca mais quiz saber de aventuras com esse cara maluco.

 Autor: Rodrigo Lefort Negrin - 4º ano C - CICLO II

AS AVENTURAS DE LAURA E SAMUEL



Um dia de verão eu e Laura e o Samuel fomos à praia com os pais dela.    
A   praia era muito bonita. E perguntei aos meus amigos:  --Vamos jogar vólei ?   _ Sim vamos! Passamos a tarde jogando e nos divertindo muito , depois fomos tomar sorvete.
    A noite depois do jantar quando todos dormiam , resolvemos ir até à praia e saimos sem fazer barulho para que os pais de Laura não acordassem. Não imaginava que seria perigoso ir a noite em uma praia deserta, estava muito escuro , ainda bem que a luz do luar nos guiava para o caminho.
 ------ Deviamos ter trazido uma lanterna , está muito escuro.
-------- Ta com medo Laura? Samuel começou a rir.
____ Não vejo graça meninos, acho melhor voltarmos.
_____ Não! Agora que já estamos aqui , vamos em frente.
Chegamos na praia , a noite estava linda com muitas estrelas no céu e uma  lua linda. De repente Samuel quis entra no mar, eu tentei desencorajar, mas ele insistiu e foi assim mesmo . O mar estava agitado com  ondas altas , por um momento não o avistamos mais … depois um grito  de socorro . Ficamos desesperados vimos apenas  Samuel lutando contra as  fortes ondas que queria leva-lo, rapidamente  eu e Laura entrarmos na água para salva-lo . Conseguimos sair os três do mar muito assustados com o quase afogamento do nosso amigo. Vimos um carro vindo em nossa direçao pensamos que fosse alguem para nos ajudar , mas foi o contrário o motorista acelerou e veio em toda velocidade em nossa direção começamos a correr e tentar fugir do motorista maluco , mas para nosso alívio ele passou por nós rindo e gritando , desviando o carro para o lado . Mais assustados ainda com o quase atropelamento, Laura começa a chorar.  Nossa aventura terminou  e voltamos para casa.Estava com medo, mas tentei acalma-la  e pedi que não fizesse barulho . quando entramos em casa , pois seus pais poderiam acordar e ficar  bravos por termos saído escondidos. Estavamos molhados , sujos de areia e tremendo de frio, mas ficamos aliviados por nosso passeio noturno não ter maiores consequências e estarmos todos bem.
 
 AUTORES: VITOR E CAMILLY - 4º ANO C - CICLO II

A AVENTURA DE CAIO E LUANA

Num dia de verão  Caio e Luana foram viajar férias ao  do Rio de Janeiro conhecer algumas praias.
    Chegaram a noite  e estavam cansados e  foram dormir  na casa  alugada por seus pais.
    No dia seguinte foram ver o mar com seus pais,entraram nele e os dois foram pro fundo,os pais nem perceberam porque ficaram aproveitando o sol na praia.
    Depois de nadarem muito , Luana e Caio sentiram algum animal passando pela perna deles e perceberam que era uma baleia.
    Saíram gritando e pedindo socorro:
    ---- Socorro!Socorro!Alguem nos salvem!-Gritou os dois. foram ajudados por um casal que os levou para a praia.
    Quando chegaram no raso, viram que estavam perdidos e saíram caminhando  até encontrar uma cabana abandonada com uma criança que também estava perdida.
    No mesma noite,Caio , Luana e a criança saíram da casa abandonada para procurar seus pais.
    No meio do caminho… Encontraram uma armadilha de um caçador com uma onça presa na rede. Eles foram ajudar só que foram pegos.
    A criança como tinha os dentes afiados mordeu a corda  da rede pensando que fosse um doce ,soltou a rede ,ajudaram a onça, saíram correndo e acharam a praia,viram que todos estavam procurando por eles. Encontraram seus pais e depois do susto resolveram voltar para casa.
AUTORES: KAMILLY E EDUARDO - 4º ANO C - CICLO II

UMA VIAGEM INESPERADA

No verão dois meninos estavam dentro de casa com vontade de ir para uma aventura na floresta, e então saíram escondidos de seus pais, depois foram até o porto onde estavam os barcos e pegaram um emprestado. Gabriel perguntou para Caio:  ___Você sabe como se dirige um barco?    ___Não mas vamos tentar !  Subiram no barco e partiram , depois de algum tempo navegando em alto mar , resolveram parar e desceram do barco  e viram que estavam numa Ilha deserta , eles  ficaram emocionados com tanta beleza.  Caio subiu em uma árvore e viu lá em baixo um  lago azul, mas para chegar até lá , teriam que  passar por armadilhas e perigos. Continuaram andando e de repente  Gabriel  caiu em uma areia movediça , Caio  jogou um galho de arvore  e puxou Gabriel. Eles ficaram muito assustados mas continuaram andando e  repente viram  um homem que estava procurando um tesouro  mas tinha perdido  o mapa e não sabia  para  aonde ir. Eles continuaram andando , de repente apareceu um leão , corremos e subimos em uma  árvore  , lá de cima vimos um papel sujo e meio rasgado , o leão desapareceu no meio do mato e descemos e fomos direto ver o que estava escrito no papel , para nossa surpresa vimos que era o mapa do tesouro que com certeza estava perdido e fomos a caça do tesouro.                                                                                                                                                                                       Então cavamos o local que o mapa indicava e  acharamos  tesouro escondido , moedas de ouro e muitas joias entre outras coisas valiosas, assim voltamos para casa ricos e felizes.

AUTORES: ISABELLY E LEONARDO - 4º ANO C - CICLO II

A AVENTURA DE SAMUEL

Um belo dia fui passear em uma praça perto de casa                    comprei sorvetes,doces e etc,quando voltei para a casa não tinha ninguém procurei em quase todos  os lugares menos na sala,quando fui  lá na sala meu pai,minha mãe e meu irmão estavam amarrados em cadeiras  com fita boca para eles não gritarem por socorro e o ladrão roubou tudo de grande valor,jóias da minha mãe,dinheiro da carteira do meu pai e o  PS4 do meu irmão.
Sai correndo sem que eles pudessem perceber a minha presença na casa e liguei para a policia,quando o ladrão estava saindo da minha casa a policia chegou e  o prendeu por 3 anos.
depois desses 3 anos eu vi ele na rua e sai correndo e prometi para minha mãe que nunca mais sairia sem ela.
           
   
       

    
TEXTO PRODUZIDO POR: LUMA E MARIA VITÓRIA - 4º ANO C - CICLO II

quarta-feira, 18 de junho de 2014

As aventuras de Bruna e Júlio


Um  certo dia Jùlio foi  brincar  na casa  de   Bruna.  Ela  tinha  um  cachorro  
chamado  Bart.  Quando   Jùlio  chegou  Bruna   foi   abrir  a   porta  e  Bart
escapou.  Bruna  falou:
---E  agora  o que  a   gente  faz?
----Não  sei, seu  cachorro  é   muito  rápido.   Então  eles  correram   atrás  dele
só   que, como  Bart   era  muito  rápido, esse tempo  todo  durou  12   dias.
----Bruna  estamos  perdidos!   Disse  Júlio.
----Estou  muito  triste,  vamos  voltar  para casa, disse  Bruna.
----Como  se  estamos  perdidos?  Respondeu Júlio.                                                                                                                                                     
  Eles estavam perdidos na cidade de São Paulo, estavam com muito medo, porque de serem sequestrados.  Os dois estavam com fome e sede, começaram a chorar, passou um homem e vu os dois naquela situação e disse:                                                                                                      
----Crianças  venham  aqui  pegar  algodão  doce!
----Vamos   Júlio?  Disse Bruna.
---Claro  que  sim!   Respondeu  Júlio.    Só  que aquele  moço
era  sequestrador  e levou  eles  para  a  Van.    Como Júlio  lutava karatê  deu  um  golpe  na  cara  dele  e  o   homem caiu   de  cara  no  chão.
Então  eles  saíram correndo para escapar daquele homem. Bruna  escutou  latidos  e  disse:
--- Júlio você  escutou  isso  vindo  de  lá e apontou na direção Norte, então eles perseguirão  o  som  do latido e encontraram Bart.    Eles  voltaram  para  
casa  e  a  mãe  de  Bruna  disse:
---Onde  vocês  se   meteram esses  dias  todos  crianças?
---Nós  ficamos  procurando  o  Bart.  Disse  Bruna.
--- É verdade  dona  Tatiana.   Disse Júlio.
--- Vocês  me  deram  um  grande  susto.  Disse  a  mãe  de  Bruna.
--- Tia  Tatiana  você  pode  ligar  para  os  meus  pais?  Perguntou  Júlio.                          
----Claro  que  sim.  Disse  a  mãe  de  Bruna.  Então  a  mãe  de  Bruna   ligou  para  os  pais
de  Júlio que vieram buscá-lo.  Júlio explicou toda a história e prometeu aseus pais nunca mais sair sem a autorização deles. 


                                    
autora:   F ERNANDA  MANOELLA   A LVES  MARTINS DE  OLIVEIRA